17 pessoas que superaram seus vícios

Existem muitas razões pelas quais as pessoas recorrem a drogas. Por curiosidade, para escapar dos problemas ou entorpecer a dor mental (e até física) são alguns dos motivos. No entanto, uma vez que você seja pego em uma dependência, é difícil sair do círculo vicioso autodestrutivo em que todo pensamento e ação giram exclusivamente em torno da droga. Mesmo que os viciados optem por se libertar por iniciativa própria, ainda há sempre um longo e doloroso caminho a percorrer.

No início há a desintoxicação física; depois, um longo tratamento de desmame acompanhado por médicos e psicoterapeutas. Recaídas estão longe de ser raras. O mais impressionante é que estes 17 ex-viciados conseguiram superar seus vícios. Na página do Instagram The Addict's Diary (em português: 'Diário de um viciado'), eles compartilham fotos do antes e do depois e contam sua história.

1) "Durante a maior parte da minha vida, lutei contra o vício. Há 2 anos e 6 meses que não tomo metanfetamina e comprimidos. Durante a recuperação, voltei a ter a minha carteira de motorista após 18 anos. Estou trabalhando em período integral e na próxima semana começo a faculdade. A recuperação é possível!"

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

2) "Meu nome é Melissa e estou livre de drogas há um ano e meio. Durante anos, fui essa imagem perturbadora. Foi assim que minhas filhas me viram. Eu era viciada, ficava caída no chão do banheiro por dias e gastava cada centavo em drogas. Agora tenho uma nova vida. E eu prometo a você que há esperança."

3) "Meu nome é Hlynur e tenho 30 anos. Fiquei viciado quando comecei a participar de competições de musculação. Quando eu tinha 19 anos, tomei esteroides, depois anfetaminas e cocaína. E logo também passei a fumar crack todos os dias. Mas o vazio permaneceu em mim até eu fazer uma terapia com medicamentos. Estou limpo há 78 dias. Engoli meu orgulho e pedi ajuda. Isso salvou minha vida."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

4) "Meu nome é Jamee e eu era viciada em heroína e metanfetamina. Dois anos separam essas fotos. A foto à direita foi tirada há alguns meses quando terminei o ensino médio."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

5) “Dizem que é raro os casais dependentes de drogas conseguirem superar seu vício e permanecerem juntos. Mas eu e meu noivo conseguimos! Nos conhecemos em 11 de dezembro de 2014, quando éramos sem-teto e injetávamos heroína e metanfetamina. Um ano depois, nos livramos do vício juntos. Estamos limpos há quase 4 anos. Queremos que nossa história seja uma inspiração para todos os viciados que ainda estão sofrendo. A vida está esperando por você!"

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

6) “Tomei heroína e speed suficientes naquela noite para matar um cavalo. Felizmente, a vida tinha outros planos para mim. Estou tão feliz por ter mais uma chance."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

7) “Um policial tirou uma foto minha depois de uma overdose e milhões de pessoas a viram na Internet. Aqui fica uma atualização: hoje eu celebro o fato de estar livre do vício, há 3 anos limpa e meu filho ter a mãe de volta.”

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

8) “Eu sofri uma overdose há 8 meses e quase perdi a vida. Eu fiquei em terapia intensiva por 10 dias e meu rosto estava parcialmente paralisado. Sai do hospital e imediatamente voltei a tomar drogas. Quando estava completamente no fundo do poço, procurei ajuda profissional. Estou livre das drogas há 84 dias. Meu rosto está curado e minha vida mudou completamente."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

9) “Eu pesava apenas 40 quilos, era viciada em heroína e tinha pensamentos suicidas. Foram necessárias 9 tentativas de libertação do vício e mais desintoxicações do que posso contar, mas eu consegui. Não desista."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

10) “Meu marido e eu passamos os primeiros 15 anos de nosso casamento no caos e na dependência de drogas. Nós seguimos diferentes caminhos de recuperação mas voltamos a ficar juntos quando nos recuperamos. Estamos livres de drogas há três anos e meio e desfrutamos a vida ao máximo.”

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

11) “Comecei tomando analgésicos quando tinha 21 anos. Aos 24, injetava heroína regularmente. Tentei metanfetamina pela primeira vez quando tinha 25 anos. Nos 3 anos seguintes, tive 3 overdoses. Usei agulhas que encontrei no lixo. Então eu acabei indo para a prisão por 15 meses e me libertei dos vícios. Hoje tenho 30 anos, parei de tomar drogas há 2 anos e 8 meses, tenho uma filha de 6 meses e um noivo maravilhoso. Agora, enquanto amamento minha bebê, posso finalmente dizer que me amo e desfruto da minha vida sem drogas.”

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

12) “Aos 13 anos fui estuprada e aos 14 comecei a tomar metanfetaminas. Eu estava constantemente na prisão ou em clínicas de reabilitação. Não havia razão para eu parar - até que um dia eu deixei cair uma seringa usada do meu sutiã enquanto eu dormia com minha irmãzinha. Naquele momento eu entendi que era hora de me livrar do vício. Eu me mudei para outro estado e me virei para Deus. Estou livre das drogas há 4 anos e 8 meses!"

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

13) "Meu nome é Alana. Eu usei drogas por 10 anos. Meu vício acabou com dois casamentos e destruiu todos os meus relacionamentos. Eu perdi meus filhos e minha casa. Tudo o que eu amava ou valia a pena de repente não significava nada para mim, quando eu tinha que escolher entre eles e as drogas. Acabei na rua com uma agulha no braço e nem um centavo no bolso. Há 16 meses, eu me afastei do vício sozinha. Hoje sou mãe e tenho um emprego. Eu nunca mais olhei para trás!"

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

14) “Na foto à esquerda, eu era viciado em drogas, estava saindo da prisão e não dormia há uma semana. Eu estava confuso e tive alucinações. Imaginei conversar com minha filha, que não via há meses. Eu nem sabia em que ano estava. A foto da direita foi tirada um ano após eu me libertar do vício. Finalmente posso ser um bom pai novamente."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

15) “As drogas me tornaram algo que eu não sou. Hoje tenho 20 anos e estou livre do vício há 8 meses e 17 dias. Tenho médicos que me ajudam com medicamentos para o meu transtorno bipolar, ansiedade e depressão. Estou em um relacionamento feliz com um homem compreensivo que não tem vergonha do meu passado. Às vezes ainda é difícil, mas agora posso dizer honestamente que estou feliz."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

16) “Isso foi em 18 de agosto de 2017 - o álcool havia destruído completamente meu fígado. Eu estava sozinho no hospital e implorei à enfermeira: 'Por favor, não me deixe sozinho, acho que vou morrer!' Estou livre do vício há 2 anos e agradeço às enfermeiras que salvaram minha vida.”

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

17) “Aos 18 anos comecei a tomar heroína. Fui diagnosticado com HIV dois anos depois. Então eu entrei ainda mais em uma espiral descendente. Quando eu tinha 25 anos, estava em um beco tendo uma overdose e morreria se uma mulher não tivesse me encontrado. Estou limpo há 17 meses e 15 dias. Eu sou a prova viva de que você pode superar seu vício."

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ein Beitrag geteilt von The Addict’s Diary (@theaddictsdiary) am

Ficar longe das drogas para sempre continua sendo uma tarefa dura para pessoas que foram severamente viciadas. Eles merecem o maior respeito pelo que alcançaram!

Comentários

Também incrível