Gato com focinho preso com fita adesiva é abandonado em frente a uma clínica veterinária.

Uma noite, Nicole Paling tomou um susto ao perceber que sua gata "Bacci" estava com falta de ar. Sem pensar duas vezes, a dona se dirigiu ao veterinário local o mais rápido possível. No entanto, ao parar o carro no estacionamento da clínica, ela encontrou uma bolsa preta perdida no local. Ao olhar dentro dela, a jovem ficou profundamente chocada.

Na bolsa estava um gato, cujo rosto estava envolto em fita adesiva. A cabeça do pobre animal estava tão colada que ele só conseguia respirar pelo nariz. Ainda que o estabelecimento já estivesse fechado há duas horas, Nicole tinha acesso ao local, uma vez que era fundadora da organização de proteção animal "ELM Cat Rescut", que trabalhava com a clínica veterinária.

A jovem pegou a bolsa, a sua gata Bacci e entrou. Em pânico, ela ligou para seu namorado, Brett Norton, uma vez que não conseguia libertar sozinha o pobre gatinho, a quem ela resolveu chamar de "Lucky". 

ELM Cat Rescue/Facebook

"Por causa da fita adesiva, ele não conseguia mais abrir sua boca e só respirava pelo nariz. Eu tentei cortar e retirar a fita com um canivete, mas ela estava muito grudada no pelo. Eu tive muito cuidado para não machucar as suas orelhas com a lâmina. Eu não queria lhe causar ainda mais dor", conta Brett Norton. 

Aqui você pode ver o vídeo do resgate de Lucky: 

Para a surpresa dos dois, Lucky foi paciente e corajoso durante todo o doloroso procedimento, sem demonstrar resistência. O gato parecia saber que Brett e Nicole só queriam ajudar. 

"Quando eu terminei de retirar a primeira metade da fita de sua cabeça e de seu focinho, eu achei que ele iria me morder. No entanto, ele não mostrou qualquer sinal de agressividade. Ele sequer tentou me arranhar", conta Brett. 

Assim que Lucky se livrou de vez de sua prisão, ele só tinha um desejo: beber água! Ninguém sabe quanto tempo o coitado ficou com a fita na cabeça, mas a sede do felino era demasiada. Estava claro que ele não se alimentava há muito tempo. 

"Ele bebeu como se não houvesse amanhã, como se nunca tivesse visto água na vida. Quem sabe quanto seu ex-dono o deixou sofrendo", diz Brett. 

Após um minucioso exame veterinário, Lucky foi diagnosticado com uma infecção na bexiga, que foi tratada imediatamente. Bacci, a gata de Nicole, também voltou para casa depois de receber oxigênio. Assim que Lucky estiver melhor, ele também poderá se mudar para uma nova casa. Já existem muitos candidatos para ficar com o animal. Mas Nicole dará uma olhada de perto no futuro dono de Lucky, para que o pobre felino nunca mais tenha uma experiência tão ruim.

Fonte:

TODAY

Comentários

Também incrível