“Você quer ser meu pai?”: foi assim que uma menina fez seu pai adotivo chorar.

Às vezes - e por diferentes motivos -, as crianças só têm um pai ou uma mãe. E quando eles voltam a encontrar um par, é difícil para os filhos estabelecerem um vínculo, pois se sentem estranhos, além de sempre existir a pergunta: eles ficarão aqui pra sempre ou terminarão e eu ficarei "órfão" novamente? O caso de Lindsey Collins, uma jovem norte-americana de 26 anos, é para chorar de emoção.  

Quando ela era pequena, sua mãe começou a sair com um homem chamado Mark High. Lindsey o conheceu pela primeira vez numa das ocasiões em que ele foi buscar sua mãe para ir a uma consulta. Como qualquer criança, ela mostrou ao estranho todos seus bichinhos de pelúcia e brinquedos, além de sua coleção de cartas Pokémon, da qual tinha muito orgulho. 

YouTube/InsideEdition

Assim, pouco a pouco, Mark começou a ganhar o carinho de Lindsey. Ele não era como os demais: ele se interessava por ela e parecia tratá-la como uma filha, ainda que não fosse seu pai biológico. A relação dele com a mãe também estava ficando mais séria, tanto que mais tarde decidiram se casar. Apesar de terem conversado sobre a possibilidade Mark adotar Lindsey legalmente, eles nunca haviam concretizado os planos. 

Mais de 15 anos se passaram, nos quais Mark criou Lindsey como sua própria filha. Então, a menina teve uma ideia para surpreendê-lo no Dia dos Pais: ela escondeu os papéis de adoção dentro de uma caixa de presente e lhe entregou. Quando ele abriu a caixa, sua reação deixou todos boquiabertos. Veja a seguir: 

Quando Mark viu que o presente eram os papéis para adotar Lindsey, ele não conseguiu parar de chorar! Ser o pai legal daquela menina, filha do amor de sua vida, era tudo o que ele sempre quis. Quantos pais adotivos assim existem no mundo? Para eles, isso é só uma confirmação do carinho que têm. Nas palavras de Lindsey: "Senti que tinha esperado tanto e é incrível que finalmente esteja acontecendo. Ele tem sido meu pai durante toda minha vida, mas agora finalmente tudo está se confirmando."

A mãe de Lindsey soube encontrar o homem perfeito, que não apenas a amou, como também amou a sua filhinha. Graças a isso, Lindsey foi capaz de ter um pai a quem podia recorrer quando estivesse triste, falar sobre o que aconteceu e, basicamente, se sentir amada. Como faltam pessoas que façam essas coisas pelas crianças! 

Aqui você pode ver mais algumas imagens dessa linda história: 

Comentários

Também incrível