Após bolsa estourar na 16ª semana de gravidez, bebê tido como morto sobrevive.

Há uns anos, no condado inglês de Hertfordshire, uma jovem mulher ignorou todos os conselhos médicos. E essa acabou sendo a melhor decisão de sua vida.

Katy Evans, seu marido Rick e sua filhinha Amber eram uma família feliz. A felicidade ainda aumentou quando Katy engravidou novamente. Porém, em sua 16ª semana de gravidez, aconteceu algo que normalmente significaria a morte de um feto. A bolsa de Katy estourou! Ela imediatamente perdeu muito líquido amniótico, o que levou o bebê a não estar mais protegido.

Os médicos disseram que o bebê não tinha chances de sobreviver. Isso foi um terrível choque para Katy, que ainda estava tentando processar a ideia de que teve um aborto espontâneo. Os médicos sugeriram que ela abortasse, pois havia um grande risco de ela ter uma infecção grave. Mas ela recusou. Katy disse: "Nós queríamos tanto esta gravidez. Eu já podia sentir o bebê em mim e eu já o amava."

光华日报 Kwong Wah Yit Poh

Depois de dois dias no hospital ela precisou decidir. Ela se recusou a fazer o aborto e disse: "Eu sou uma pessoa naturalmente positiva e me recuso a desistir deste bebê antes de saber exatamente o que está acontecendo."

Katy voltou à casa e ela e seu marido se prepararam para o pior. Duas semanas depois, ela voltou ao hospital para um exame de controle. Ela e o médico presenciaram um milagre: a ferida da bolsa amniótica estava recuperada e líquido amniótico tinha sido retido. Ainda melhor: o bebê tinha se desenvolvido normalmente. Os médicos estavam estupefatos, pois nunca tinham visto algo assim. Todos recuperaram a coragem e esperaram que a bolsa resistisse até pelo menos a 24ª semana, já que a partir daí seria possível realizar um parto prematuro. Katy e o bebê aguentaram até a 34ª semana, quando houve um novo rompimento.  

光华日报 Kwong Wah Yit Poh

E assim aconteceu o que ninguém acreditava - a não ser a mãe. O bebê nasceu saudável. O pequeno Leo é o orgulho da família. Seus avós o chamam apenas de "bebê milagroso". Agora, ele já está com 4 anos. 

光华日报 Kwong Wah Yit Poh

Essa história maravilhosa me deixou emocionado. Leo só nasceu porque sua mãe acreditou nele. Impossível não acreditar no poderoso elo entre mãe e filho!  

Comentários

Também incrível