Bela e triste: esta história de um soldado e um gatinho de rua te fará chorar.

O americano Josh Marino estava passando por seu pior momento, quando um salvador adentrou sua vida e a mudou para sempre. Não era um amigo, familiar ou uma namorada: era um gatinho.

YouTube/Mutual Rescue

Josh esteve um pouco antes em Bagdá, lutando na guerra do Iraque. Em uma ocasião, a apenas um metro de distância dele, explodiu um morteiro, que por pouco não o matou. Isso fez com que ele ficasse com Transtorno do estresse pós-traumático (TEPT), tendo que retornar aos Estados Unidos. Lá, sua situação não era melhor do que no Iraque. 

Seu transtorno não o deixava dormir e ele sofria de muita ansiedade. Quando já não aguentava mais, decidiu acabar com a própria vida. Escreveu uma carta, pegou uma faca e saiu de casa para fumar um cigarro na chuva. Foi então que ele escutou um miado vindo de uns arbustos.

YouTube/Mutual Rescue

Um gato preto e branco apareceu e começou a se esfregar em suas pernas. "Comecei a chorar", confessa Josh. Parecia que o gato tinha percebido que ele estava com problemas, e o rapaz acabou cuidando dele. Josh colocou comida para o bichano e voltou para casa sem pensar em suicídio. 

YouTube/Mutual Rescue

Todo dia ele o alimentava e, graças a isso, sua vida começou a ter mais sentido. Até que um dia, o gato não apareceu quando Josh chamou por ele - isso foi devastador. No entanto, mesmo com muita saudade de seu amigo peludo, o jovem se deu conta de que havia aprendido uma valiosa lição: se ele era capaz de amar tanto um gato desconhecido, também seria capaz de fazer o mesmo com as pessoas. E foi assim que ele começou a sair com Becky.

YouTube/Mutual Rescue

Becky era uma garota que ele conhecia desde a época da escola. Eles retomaram o contato, gostaram da companhia um do outro e começaram a sair. E, parecendo coisa do destino, quando passeavam juntos um dia pela rua, passaram por uma loja onde havia gatinhos para adoção. Um deles colocou a patinha para fora da jaula para chamar a atenção de Josh. Era o mesmo gato que tinha salvado sua vida!

YouTube/Mutual Rescue

Eles o adotaram na mesma hora e lhe deram o nome de Scout. Os três foram viver juntos em sua cidade natal, Pittsburg. Lá, junto com os outros 3 gatos de Becky, Josh retomou as rédeas de sua vida. Graças ao apoio de sua família ele parou de fumar, se alimentava bem e fazia exercício regularmente. Também fez mestrado e agora trabalha com outros veteranos de guerra que precisam de ajuda psicológica. Ele fez isso por Becky e também por Scout.

YouTube/Mutual Rescue

Mas um dia, Josh notou que Scout estava tristonho. Ele o levou ao veterinário e o diagnosticaram com leucemia, lhe restando apenas algumas semanas de vida. Poucos dias depois, ele morreu nos braços do dono. Josh pensa em Scout diariamente, ciente de que ele foi o principal motivo por ter recuperado a vontade de viver. 

YouTube/Mutual Rescue

"Inclusive, antes de ser meu gato, antes de me conhecer tão bem, Scout salvou minha vida. Me colocou em um caminho diferente. Me deu a confiança para superar todas as minhas adversidades", confessa. Agora, ele segue sua vida com Becky; vida que, provavelmente, não teria tido se não fosse por Scout. Uma história maravilhosa que prova o quão forte pode ser a relação entre um bicho de estimação e seu dono.

Neste vídeo, em inglês, você pode ver uma entrevista com Josh:

 

Fonte:

newsner, lovemeow

Comentários

Também incrível