15 erros que amantes dos animais devem evitar.

Donos de animais adoram mostrar seu amor pelos seus bichos. Porém, alguns gestos, mesmo com boas intenções, podem ser prejudiciais.

A seguir você verá 15 erros que muitos donos cometem: 

1) Esquecer que o mundo deles gira ao nosso redor. 

Imgur

Assim como bebês, os animais precisam de nossa atenção. Além de alimentá-los e dos passeios diários, é preciso ter tempo para brincar com eles e lhes dar carinho. Cães e gatos amam passar tempo com seus humanos. 

Nossa dica: não subestime e jamais se esqueça da sua importância para seus bichinhos. 

2) Gritar com o bichinho sempre que ele cometer um erro ou te desobedecer. 

Imgur

Nossos bichinhos têm sentimentos e sabem quando fizeram algo errado. Eles se sentem até culpados e envergonhados. Pense que é sua tarefa criá-los direito e que os erros deles são sua responsabilidade. Eles só cometem erros se você não ensiná-los corretamente. 

Nossa dica: não importa o quanto você fica furioso quando seus animais fazem algo errado: mantenha-se calmo e não desvie do seu método de criação. Se você gritar de raiva com seu bicho, você o deixará assustado e confuso, o que só piorará as coisas.

3) Deixá-los sozinhos por muito tempo. 

Pixabay/Anduka66

Às vezes, nós pensamos que nossos animais podem se virar sozinhos ou simplesmente dormir enquanto estamos fora. Isso não é verdade. Se cães ou gatos ficam sozinhos por muito tempo, eles ficam nervosos e tristes. 

Nossa dica: se você ficará uma noite toda fora, convide um amigo ou parente para cuidar do seu animalzinho. Você também pode arrumar um outro bichinho para que os dois sejam amigos e se façam companhia. 

4) Animais de estimação acordam quando nós queremos. 

Pixabay/strecosa

Assim como você tenta não fazer barulho para não acordar um parente de sua soneca, você deve tomar cuidado para não incomodar seu bichinho. Eles também gostam de dormir confortavelmente e ser repentinamente despertado pode ser estressante para eles - principalmente se isso acontece regularmente. 

Nossa dica: animais de estimação não precisam ser colocados para dormir como bebês, mas também não devem ser acordados sem motivo. 

5) Olhar fixamente. 

Pixabay/StockSnap

Quando alguém nos olha fixamente, nós não costumamos nos sentir bem. Entre os animais, olhar fixamente significa estar em perigo e prestes a lutar. 

Nossa dica: se você gosta de olhar com carinho para o seu bichinho, tente não fazer isso de forma muito intrusiva ou chamativa.   

6) Usar palavras diferentes para um mesmo comando. 

 

Pixabay/Nikiko

"Pega o brinquedo!" e "Pega a bolinha!" são, na cabeça do cachorro, duas coisas diferentes. Pode ser que ele fique confuso com essa variação de comandos. 

Nossa dica: use apenas uma frase/palavra para um comando. 

7) Dividir a comida. 

Pixabay/Mariamichelle

Para algumas pessoas é incrivelmente difícil não dividir a comida com seu animal de estimação. No entanto, isso não é uma boa idea. Nossos alimentos não são próprios para as necessidades dos animais, o que pode ser prejudicial à saúde deles. Se você quer mantê-lo tão saudável quanto possível, então consulte um veterinário para saber exatamente como alimentá-lo. 

Nossa dica: nunca alimente seu bichinho com fast-food ou qualquer alimento processado. Dúvidas de nutrição animal devem ser resolvidas com um especialista. 

8) Ignorar a preguiça do animal. 

Pixabay/Zazu70

Assim como humanos, os animais devem se movimentar para se manterem saudáveis. Mesmo que seu cão ou gato tenham algum brinquedo ou espaço em casa, um pequeno passeio ou outra atividade podem fazer milagres. Pouco exercício leva à obesidade e problemas nas articulações.  

Nossa dica: tente sair com seu animal pelo menos uma vez por dia. Vocês podem brincar ao ar livre ou apenas fazer um passeio. 

9) Beijar e abraçar.

Pixabay/TerriC

Sempre que passamos pelo nosso cão ou gato, queremos pegá-los no colo e abraçá-los. Infelizmente, isso é estressante para nossos bichinhos, já que isso não é normal no mundo animal. Afeto excessivo pode acabar confundindo-os. 

Nossa dica: você pode ensinar um comando para que ele saiba que será carregado e abraçado.  

10) Criação tardia. 

Pixabay/bigfoot

Ser duro com gatinhos ou cãezinhos é difícil e nós sempre achamos que sempre há tempo para criá-los corretamente. Porém, quanto mais cedo o animal aprender o que é certo e errado, melhor. 

Nossa dica: corrija os erros imediatamente. Se você chegou do trabalho e encontrou uma poça amarela no chão, não perca tempo e não seja indulgente. Por outro lado, elogie seu bichinho quando ele fizer algo certo. Assim, ele terá associações positivas com o comportamento correto. 

11) "Não se preocupe!"

Pixabay/liilxliil

Nossos animais costumam sentir quando algo ruim acontecerá. Se seu bichinho tem medo de banho, por exemplo, ele irá correr assim que ouvir a água caindo. Então, nós tentamos confortar nosso amado quadrúpede de forma humana, dizendo coisas como "não se preocupe!", ou "está tudo bem!", que naturalmente não o ajudam. Ao invés disso, ele começa a associar essas palavras com experiências negativas. 

Nossa dica: não use palavras de conforto, mas aja de forma tranquila e natural. Assim, o animal se sentirá mais seguro. 

12) Um banheiro de gato para todos. 

Shutterstock/Albina Tiplyashina

Seria realmente prático se todos os gatos compartilhassem um banheiro. Mas todos os bichos precisam de seu próprio espaço, principalmente gatos, que são naturalmente orgulhosos.

Nossa dica: arrume um banheiro para cada bichinho e coloque-os em lugares fixos. Verifique primeiro se você tem espaço suficiente para cada bichinho antes de adotar mais um.

13) Discutir com o bichinho por ele ter roubado comida. 

Pixabay/Kapa65

Não é raro nossos amados quadrúpedes roubarem aquela comida que esquecemos em cima da mesa. A princípio, ficamos irados com o ladrãozinho, porém, é preciso respirar fundo. Animals têm instintos e sem o autocontrole de humanos, portanto não são sempre disciplinados.

Nossa dica: aceite que seu animalzinho não resistirá a tais tentações. Certifique-se de que todos os alimentos estão bem guardados na geladeira e nos armários antes de sair da cozinha. 

14) Deixar comida demais. 

Pixabay/eminens

Muitas pessoas deixam muita comida no pratinho dos animais quando não estão em casa. No entanto, não alimentar seu animal nas devidas porções fará com que ele coma mesmo quando não estiver com fome. Isso pode levar a problemas de saúde e sobrepeso. 

Nossa dica: certifique-se de que seu bichinho receba as devidas porções de comida de acordo com sua idade, raça e peso. Normalmente, essas informações podem ser encontradas no pacote de ração ou indicados pelo veterinário. 

15) Adotar um animal espontaneamente. 

Pixabay/Mimzy

Parece fácil dizer que você nunca faria isso, mas cada vez mais cachorros e outros animais são abandonados, pois seus donos subestimam o trabalho de criá-los. 

Nossa dica: antes de realizar seu sonho de ter um bicho de estimação, reflita bastante sobre o assunto. Assim, você terá tempo para se informar sobre os tratamentos especiais que um animal demanda, se prefere um cão ou um gato, qual raça é mais adequada ao seu lar, entre outros detalhes importantes. 

Se você prestar atenção a essas dicas, você provavelmente melhorará a vida do seu animalzinho - e a sua também, claro! 

Fonte:

Bright Side

Comentários

Também incrível