Cadela abandonada se livra de uma "prisão de pelos" de 4 quilos

Casos comoventes como o de Ellie Mae, uma cadela abandonada que quase morreu sem atendimento médico, mostram como os cães são dependentes de nós, humanos em geral, ou especificamente de seus donos.

Quando sua tutora morreu, Ellie Mae foi deixada sozinha na casa e não foi descoberta até que o local fosse esvaziado. Aparentemente, ninguém sabia que a mulher tinha um animal de estimação. Após sua descoberta, Ellie foi imediatamente levada para uma organização local de bem-estar animal.

"Esta é a aparência de Ellie quando ela foi trazida para nós. Ela foi trazida aqui em uma bolsa, porque ela não conseguia mais andar. Ela não conseguia nem se mover. Ela é o pior caso de pelo emaranhado que já vimos até agora. Ellie estava presa por uma camada de pelo que pesava vários quilos ", disse a organização no Twitter.

Uma operação foi marcada o mais rápido possível porque ninguém sabia o estado exato de saúde do pobre animal. Sua "prisão de pelos" impedia um diagnóstico completo. Mas os veterinários encontraram outro problema: para anestesiar bem a cadela, era importante determinar seu peso.

Uma pergunta que ninguém sabia responder por causa de sua pelagem muito grossa: era óbvio que só o emaranhado pesava vários quilos. Portanto, havia o risco de overdose do anestésico. Os veterinários não tiveram escolha a não ser estimá-lo e iniciar a operação:

"Com muito cuidado, removemos seu pelo, pedaço por pedaço. No início, nem sabíamos o que esperar encontrar sob essa enorme massa de pelo. Por exemplo, havia unhas de dezessete centímetros escondidas nele e pele suja, com pedras e excrementos.

Foi tão ruim que nosso veterinário, Dr. Horn, ficou preocupado de que não pudéssemos salvar as patas de Ellie. Já recebemos um cão abandonado em condições semelhantes. Seu pelo tinha ficado tão espesso que cortou o suprimento de sangue de uma perna e tivemos que amputá-la."

"No entanto, enquanto trabalhávamos para libertar Ellie, fizemos uma descoberta bem-vinda: suas patas estavam com uma bela cor rosada. O sangue ainda corria em suas veias", relatou a organização.

Após cinco horas de operação, Ellie ficou irreconhecível. Felizmente, ela não sofria de nenhuma doença grave. Embora instável, ela imediatamente começou a andar novamente. Quem sabe quanto tempo ela teve que ficar sem se mover?

"Duas semanas se passaram e ela se recuperou bem. Ela está muito mais forte, gosta de explorar os arredores e cumprimenta a todos com uma atitude amigável. É difícil acreditar que ela é a mesma cadela que nós recebemos aqui. Ela é muito forte."

Por sorte Ellie sobreviveu a esse inferno. É impossível imaginar por quanto tempo ela foi negligenciada dessa maneira e como deve ter se sentido. Esperamos que ela encontre um novo lar o mais rápido possível, onde ela possa esquecer este momento terrível!

Imagens de capa: © Facebook/Nebraska Humane Society © Facebook/Nebraska Humane Society

Fonte:

boredpanda

Comentários

Também incrível