Vídeo emocionante: homem de 90 anos se despede de sua esposa para sempre

Algumas pessoas estão casadas há décadas e se amam como no primeiro dia. E esse é o caso Sam Reck, de 90 anos, e sua esposa Joann, de 86 anos, do estado americano da Flórida. Eles trocaram alianças cerca de trinta anos atrás. No entanto, como aconteceu com tantas outras pessoas, o surto da pandemia de coronavírus lançou uma sombra ameaçadora em suas vidas.

© youtube/insideedition

Joann já havia sido diagnosticada com demência há um ano, e por estava separada do marido desde aquela época: ela morava em uma casa de repouso e ele em uma casa em frente. Por causa das medidas de quarentena, lares de idosos não podiam mais receber visitas.

Apesar dessas limitações, o casal encontrou uma maneira de pelo menos se ver de vez em quando. Joann caminhava até a varanda do marido, de onde os dois podiam conversar. Portanto, Sam e Joann logo ganharam o apelido de "Romeu e Julieta".

© youtube/insideedition

No entanto, quando Joann foi diagnosticada com COVID-19, essas pequenas reuniões também tiveram um fim. A mulher de 86 anos acabou sendo encaminhada para um hospital próximo. Ela logo sofreu de febre alta, tosse e desmaios. Os médicos queriam que ela colocasse um respirador, mas o procedimento teria sido muito doloroso.

Então, sua família optou pela terapia da dor: “O coronavírus atacou muito rapidamente e incansavelmente Joann. Essa decisão foi extremamente difícil para nós”, explica seu filho Scott. Embora as visitas geralmente não sejam permitidas durante a pandemia, uma exceção foi feita neste caso, porque a probabilidade de sobrevivência de Joann era muito baixa.

© youtube/insideedition

Por isso, Sam teve permissão para visitar sua Joann depois de terem ficado separados por tanto tempo: “Eles nos deram roupas de proteção. Podemos ter parecido um pouco ameaçadores, mas pelo menos pudemos segurar sua mão e falar com ela. Pudemos mostrar a ela que a amamos”, explica Sam, que estava assumindo um alto risco.

© youtube/insideedition

A esposa de Scott filmou este último encontro: “Todos os que estavam presentes choraram. Ainda tenho uma imagem nítida de minha esposa chorando tanto que ela mal conseguia segurar a câmera”, explica Scott. Veja este momento comovente no vídeo abaixo:

No vídeo, Sam está sentado ao lado da cama de sua esposa com roupas de proteção. Ele diz a ela: "Depois de todos esses meses, posso finalmente segurar sua mão. Você pode me sentir apertar sua mão. Eu te amo minha querida. Eu te amo muito."

Infelizmente, Joann morreu algumas horas após esse encontro e, tragicamente, Sam testou positivo para COVID-19 um pouco mais tarde. Esperamos que Sam se recupere da doença, apesar de sua perda imensurável.

Imagem de destaque do artigo: ©insideedition/YouTube

Fonte:

littlethings,

people,

usatoday,

Imagem de destaque do artigo: ©insideedition/YouTube

Comentários

Também incrível