Piada do dia: carta de aposentada comove funcionário dos correios

Havia um homem que trabalhava para os correios, cujo trabalho era processar todo a correspondência com endereços ilegíveis. Um dia, uma carta chegou endereçada a Deus com uma letra trêmula e sem endereço. Ele achou que deveria abri-la, para ver do que se tratava. A carta dizia:

"Querido Deus, sou uma viúva de 83 anos, vivendo de uma pensão muito pequena. Ontem, alguém roubou minha bolsa. Tinha 100 reais, que era todo o dinheiro que eu tinha até meu próximo cheque de pensão. No próximo domingo e eu convidei duas amigas para jantar. Sem esse dinheiro, não tenho com o que comprar comida. Não tenho família a quem recorrer e você é minha única esperança. Você pode, por favor, me ajudar? Atenciosamente, Edna."

Pixabay

O funcionário ficou comovido. Ele mostrou a carta a todos os colegas de trabalho e cada um procurou na carteira algum dinheiro. Eles conseguiram arrecadar 96 reais, que colocaram em um envelope e enviaram à mulher.

Durante todo o restante do dia, todos os trabalhadores se sentiram felizes ao pensar em Edna e no jantar que ela poderia fazer para suas amigas. Alguns dias depois, outra carta veio da mesma senhora para Deus. Todos os trabalhadores se reuniram para lê-la.

Pixabay

"Querido Deus, como posso agradecer o suficiente pelo que você fez por mim? Por causa de seu presente, pude preparar um jantar maravilhoso para minhas amigas. Tivemos um dia muito agradável e contei a elas do seu presente. A propósito, faltavam 4 reais. Eu acho que deve ter sido culpa daqueles filhos da mãe que trabalham nos correios."

Comentários

Também incrível