Amizade entre menina de 6 anos e condutores de trem leva sua mãe às lágrimas.

Quando Briana Hefley Shephard mudou seu negócio familiar de endereço, sua filha ficou muito mais feliz. A vista das grandes janelas é cativante e a pequena menina adora apreciar.

Briana escreveu mais sobre isso em seu Facebook:

"Nesta manhã aconteceu uma coisa incrível e emocionante. Mudamos a empresa da minha família para um novo endereço há cerca de três anos. Ela está localizada bem perto dos trilhos de trens, o que significa que temos vista privilegiada de toda a ação das locomotivas. Minha filha adora isso. Não demorou muito para que os condutores a notassem acenando para eles para que retornassem os acenos. Com o passar do tempo, isso virou o ritual deles. Eles apitavam, ela corria para a janela, eles abriam as janelas deles, e todos acenavam e sorriam de orelha a orelha. Eu lacrimejei quase todas as vezes."

"Então, algumas semanas atrás, minha filha começou a ir à escola.

A transição dela para a escola diária me atingiu mais forte do que eu imaginava, mas me atingiu mais no primeiro dia que o trem veio e ela não estava lá. Eles apitaram, abriram as janelas, mas eu era a única lá chorando e acenando fracamente. No dia seguinte, eu fiz um cartaz. Em simplesmente escrevi 'ela começou a estudar'. Eu escutei o apito, abaixei a janela, e segurei o cartaz. Isso foi há três semanas.

Hoje de manhã, alguns minutos depois de eu entrar na loja, alguém bateu na porta. Era um homem como uma camisa amarela chamativa, com seus protetores auditivos pendurados. Eu imaginei que ele trabalhasse em uma construção e que veio para falar sobre o assunto, pois é isso que fazemos aqui. Eu estava errada. Ele estava ali para perguntar sobre a garotinha de cabelo loiro que acenava para os trens. Ele era um dos condutores e todos eles estavam se perguntando o que teria acontecido com ela. Hoje ele tiveram uma folga na agenda, então pararam nos trilhos, entraram no nosso prédio e bateram em nossa porta. Nossa, como eu chorei. Eles tinham visto meu cartaz, mas não conseguiram ler o que dizia. Eles imaginaram que ela tinha começado a estudar, mas quiseram ter certeza. Ele disse que os acenos dela faziam o dia deles muito melhor. Por três anos eles compartilharam esses momentos."

Joseph M. Arseneau/Shutterstock.com

"Eles querem fazer algo para ela; eles sentem sua falta. Ele perguntou se poderiam lhe enviar algo, e eu disse que lógico! Eles vão mandar um presente de aniversário para ela em algumas semanas.

Testemunhar a amizade pouco convencional deles nos últimos anos não foi nada menos do que mágico. Saber que isso os impactou tanto quanto a nós me enche de amor e esperança. A visita hoje e a bondade contínua deles com a minha filha reafirmou a minha fé na bondade e na humanidade. Esses são momentos que sempre lembraremos."

Uma amizade única, surgida a partir de um gesto tão simples. Ficamos realmente sem palavras.

 

Comentários

Também incrível