15 proprietários que se recusaram a vender suas casas

Esse é o pior pesadelo de todo proprietário: depois de anos para ter uma casa própria e com seu jeitinho, vem um grande empreendimento imobiliário e ameaça por tudo a perder. A ideia de que suas quatro paredes devem dar lugar a um shopping, centro empresarial ou estrada geralmente é insuportável.

Não é de admirar que alguns proprietários sejam relutantes em ouvir investidores batendo à sua porta para convencê-los a vender. Mesmo na China, onde comunidades inteiras são às vezes expropriadas e deslocadas, a resistência aumenta. Lá, alguns proprietários dão dores de cabeça aos construtores, simplesmente recusando-se a mudar ou vender. Os lares dessas pessoas resistentes são chamados de "casas-prego", que atrasam e até impedem a construção de novos empreendimentos. Veja nas fotos a seguir

1) Esta "casa-prego" dificulta, há 10 anos, a construção de uma rua em Nanning, China. A casa deveria ser demolida, mas os proprietários não conseguiram entrar em acordo com o governo sobre um terreno viável para ambas as partes como compensação.

Imgur

2) Uma casa em Wenling, na província de Zhejiang. O edifício fazia parte de uma subdivisão que deveria ser demolida para a construção de uma rodovia.

pin

Os moradores se recusaram a se mudar e a estrada foi construída em torno da casa. Desde então, o prédio se tornou um símbolo de resistência às autoridades.

pin

3) Em 2006, Edith Macefield, 84 anos, de Seattle, EUA, se recusou a vender sua casa, apesar de receber mais de um milhão de dólares (cerca de 4,2 milhões de reais) por sua casa.

pin

Os construtores tiveram que construir o shopping em torno da pequena casa. A história dessa aposentada teimosa serviu de inspiração para o filme de animação da Pixar, Up - Altas aventuras.

pin

4) Salah Oudjani em frente ao seu café em Roubaix. Ele se recusou a deixar o restaurante onde trabalhou por 46 anos.

pin

5) Dos 241 proprietários de um prédio em Chongqing, China, uma única moradora se recusou a deixar seu apartamento.

pin

O procedimento de despejo durou vários anos e foi finalmente decidido em favor da proprietária, Wu Ping, em 2007. A chinesa recebeu um milhão de yuans (quase meio milhão de reais) e um novo apartamento como compensação.

pin

6) Este curioso edifício em Toronto, no Canadá, era originalmente uma casa geminada. Uma família se recusou a vender, então a casa foi simplesmente cortada ao meio.

pin

7) Essa saída de rodovia improvisada em Guangzhou, China, teve que ser construída porque três famílias não quiseram se mudar.

pin

8) Austin Springs, de Washington, recusou 3 milhões de dólares (cerca de 13 milhões de reais) por sua casa.

pin

9) Nem Bob Guccione, fundador da revista erótica "Penthouse", nem o presidente dos EUA, Donald Trump, conseguiram convencer a proprietária Vera Coking a vender sua casa.

pin

10) Esta casa geminada em Nova York escapou dos demolidores graças aos seus proprietários obstinados.

pin

11) Esta casa em Portland é cercada por uma residência de estudantes. Vender esta joia em estilo vitoriano estava fora de questão para o proprietário, Randal Acker.

12) Uma casa vitoriana em Nova York. O edifício que parece congelado no tempo agora é uma igreja.

pin

13) Esses rebeldes no meio de um edifício em Washington não cederam nem à Embaixada do México.

pin

14) Por nada no mundo, este proprietário não quis vender sua casa em Melbourne, na Austrália. Hoje, ela se destaca no meio de prédios de luxo.

pin

15) Uma "casa-prego" em Rui'an, China: o proprietário, Zhen Meiju, em primeiro plano, viveu por um ano neste prédio, em grande parte demolido, sem água e sem eletricidade.

pin

É uma luta tipo Davi contra Golias. Algumas dessas fotos dão até uma certa satisfação. Não precisamos dizer "sim" a tudo.

Fonte:

Bored Panda

Comentários

Também incrível