Vestido extremamente apertado salva a vida de jovem de 21 anos.

Em 2014, a jovem Zoe Turner, 21, de Yorkshire (Inglaterra), estava colocando o seu novo vestido de festa. No início, ela amaldiçoou o modelo extremamente apertado, mas ele acabaria tendo um significado especial para ela.  

Zoe havia comprado o vestido vermelho na internet por 35 libras (aprox. R$ 140). Ao experimentá-lo, ela percebeu que ele era extremamente apertado, a ponto de ela mal conseguir se mexer ou respirar. Apesar disso, ela queria vesti-lo a qualquer custo para ir a uma festa. Com muito custo, ela se enfiou na roupa e entrou em um táxi com alguns amigos. 

Porém, o pior aconteceu: um misturador de cimento bateu no táxi. O motorista teve um destino trágico: ele foi jogado para fora do veículo e quebrou o pescoço. Zoe, que estava sentada ao lado do motorista, foi retida pelo cinto de segurança. Por fim, os bombeiros resgataram as vítimas do acidente. Os amigos de Zoe, que estavam no banco de trás, estavam todos inconscientes, mas vivos. 

London

No hospital, os médicos concluíram que Zoe havia sofrido ferimentos graves, além de uma bacia lesionada e um esterno quebrado. Porém, o mais surpreendente era que, segundo eles, o vestido teria salvo a vida da jovem! 

Por ser tão apertado, o vestido havia funcionado como um espartilho: ele manteve tudo no lugar e evitou que os ossos se quebrassem e lesionassem os órgãos. Se Zoe não tivesse usado um vestido tão pequeno naquela noite, ela provavelmente não estaria viva! "Estas foram as 35 libras mais bem gastas da minha vida! Eu nunca vou me esquecer do vestido vermelho. Que pena que não sobreviveu", afirma Zoe. Apesar da tragédia que ocorreu com o motorista do táxi, o acidente poderia ter sido ainda pior. Ela agradeceu a seus salvadores do corpo de bombeiros e posou com o que tinha sobrado de seu vestido.

Quem imaginaria que um vestido poderia salvar uma vida? Zoe teve uma sorte de tirar o fôlego, literalmente. 

Comentários

Também incrível