Gato sobreviveu 2 anos trancado em caixa de transporte.

Todo mundo que tem animal de estimação está familiarizado com as caixas de transporte que, no caso dos gatos, é onde eles lutam com todas as forças para não terem que entrar.

Essas caixas servem para transportar os animais por um período relativamente curto. A ideia de manter um bichinho trancado nelas por mais do que algumas horas é algo claustrofóbico.

Por isso, os funcionários de um abrigo de animais em Houston, Texas, EUA, não podiam acreditar no que viam quando lhes trouxeram um gato que havia passado quase dois anos de sua vida trancafiado numa pequena caixa de transporte.

Os funcionários tiraram o amedrontado Samuel de sua pequena prisão usando palavras de carinho.

Seu sofrimento era evidente. Ele era pura pele e ossos, seu pelo estava sujo e emaranhado, e seus olhos estavam inchados em consequência de um grave caso de sarna.

Os veterinários deram pouca esperança a Samuel, seu corpo estava muito fraco devido a tantos anos de abuso, mas eles decidiram observar sua evolução por alguns dias, e se ele não melhorasse, eles teriam que sacrificá-lo para acabar com o seu martírio.

Eles colocaram uma foto de Samuel em sua página no Facebook, para chamar a atenção para a crueldade com que ele havia sido tratado. Então, eles receberam uma feliz surpresa: Leslie Raines, assistente de um veterinário local, viu as fotos e se apaixonou à primeira vista por este pequeno animal.

Leslie entrou em contato com o abrigo e se ofereceu para cuidar de Samuel. A jovem o levou para uma clínica veterinária, onde os médicos imediatamente começaram a tratar sua sarna e os ferimentos que ele tinha por ter vivido preso.

Leslie estava convencida de que por trás da aparência miserável de Samuel, havia um gatinho saudável e bonito que só precisava de um pouco de tempo para aflorar. E pouco a pouco ela viu que estava certa. Enquanto Samuel lentamente ganhava peso e ia melhorando, ele começou a aprender o que significa se mover com liberdade.

Ele não sabia brincar, correr ou como se sentar em um sofá. Inclusive, ele tinha medo até do seu próprio reflexo, que nunca tinha visto antes.

Pouco a pouco pelo preto cresceu e ficou muito bonito, grosso e macio, como deveria ter sido desde o início. Apesar de seu passado conturbado, o gatinho era carinhoso e confiava nas pessoas.

Quando Samuel se recuperou o suficiente, Leslie começou a procurar alguém que desse a ele um lar permanente. E a foto com seu novo visual imediatamente chamou a atenção: Bryan Smith havia perdido seu amado gato um ano antes, e Samuel o lembrou imediatamente de seu gatinho anterior.

No momento em que os dois se encontraram, ficou claro para Leslie que Bryan seria o dono legítimo de Samuel. Ele era gentil, paciente e irradiava serenidade. Samuel estava mais relaxado do que nunca em sua presença. Ela havia tomado sua decisão: ela queria que esse homem fosse seu dono.

Hoje em dia, ele já superou seu medo de móveis e ama ficar deitado em cadeiras e sofás. Ele até consegue olhar pela janela sem se assustar com seu próprio reflexo.

Samuel saiu de sua prisão e aprendeu a amar a liberdade. 

Fonte:

Bored Panda

Comentários

Também incrível