10 lugares nos quais pessoas comuns jamais podem entrar.

Bunkers subterrâneos no gelo; ilhas proibidas que nenhum estranho pode visitar; zonas de bloqueio militar onde os invasores são mortos sem aviso: no mundo existem numerosos lugares que são mantidos em segredo pelo governo, organizações privadas ou ricos excêntricos.

Aqui estão 10 lugares secretos nos quais pessoas comuns jamais podem entrar:

1) Principado de Sealand

O Principado de Sealand é até hoje um estudo de caso muito usado para discutir teoria do Estado. A estação naval no Mar do Norte foi construída pelos britânicos durante a Segunda Guerra Mundial e foi desativada logo após o fim da guerra. Em 1967, o então Major Patrick Roy Bates ocupou e declarou que a base naval era um Estado independente.

Até sua morte em 2012, o ex-Major lutou para que o Principado de Sealand fosse reconhecido oficialmente (o que nunca aconteceu). A população consistia de apenas 10 pessoas, todos amigos e familiares de Bates. 

sealand-sky-2

Em 1975, o alemão Alexander Gottfried Achenbach e alguns amigos invadiram o território do Principado. Como Bates e sua mulher estavam em uma viagem de negócios, Achenbach aproveitou a ocasião para declarar-se o novo Chefe de Estado, e pegou o filho de Bates como refém. No entanto, Bates voltou com homens armados e recuperou seu governo sem derramar sangue. Depois de algumas semanas preso, Achenbach, com ajuda do governo alemão, pode voltar à Alemanha.

Sealand tinha uma constituição, um hino, uma bandeira e até atletas (como um time de frisbee), que representavam o principado em competições. Bates e sua família deixaram Sealand em 1999. Agora, só há um segurança permanentemente na plataforma. 

sealand-again

2) Silo Global de Sementes de Svalbard (Svalbard Global Seed Vault)

Funcionando desde 2008, a instalação de armazenamento de sementes em Longyearbyen é a maior do seu tipo e contém 4,5 milhões de amostras de sementes de todos os tipos de culturas, com cada amostra contendo 500 sementes individuais. O armazenamento de todas estas sementes serve para conservar culturas vitais, como arroz, milho, trigo, batatas, frutas, nozes e raízes, bem como a sua distribuição e regeneração em caso de desastre.

Em 2015, por causa do conflito na Síria, sementes armazenadas foram solicitadas pela primeira vez. No entanto, o imenso depósito de sementes está agora lutando contra as consequências do aquecimento global: o degelo do solo local põe em perigo a estrutura do prédio. Além disso, existem problemas de manter constantemente a baixa temperatura necessária no interior.

wikimedia/Miksu/CC BY-SA 3.0

3) Presídio Nacional de ADX Florence

O presídio ADX Florence, no Colorado (EUA), tem o apelido de "Alcatraz das Montanhas" e é considerado a prisão civil mais segura do país. Além de outras coisas, os presos costumam passar 23 horas por dia em sua cela, onde todos os móveis - mesa, cadeira e cama - são feitos de concreto armado e ancorados no chão. Apenas o espelho é feito de aço polido.

O presídio começou a funcionar em 1994 e tem cerca de 410 presos - entre eles mafiosos, chefes de cartéis, agentes duplos e terroristas, como os do atentado à Maratona de Boston, em 2013. 

wikimedia/Federal Bureau of Prisons/Public Domain

4) Granite Mountain

Cerca de 32 km a sudeste de Salt Lake City, Utah (EUA), há um túnel com cerca de 200 metros de rocha, que abriga um enorme arquivo genealógico. Seis câmaras, cada uma com 190 metros de comprimento, 25 metros de largura e 25 metros de altura, cada uma com uma porta de 14 toneladas, abrigam cerca de 2,4 milhões de microfilmes e 1 milhão de microfichas. Nessas condições, eles sobreviveriam até uma explosão nuclear.

Operada pela Sociedade Genealógica de Utah, fundada em 1894 pelos Mórmons, essa instalação serve ao propósito da pesquisa genealógica. Por trás disso está a ideia de batizar ancestrais não-mórmons.

5) Menwith Hill

Construída em 1954 no condado inglês de North Yorkshire, a base da força aérea Menwith Hill serviu na Guerra Fria não apenas a Royal Air Force, mas especialmente os americanos como uma estação de escuta para escutar as comunicações soviéticas.

Embora não oficialmente confirmado, acredita-se que Menhold Hill abrigue agora a ECHOLON. A rede global de espionagem é operada por agências de inteligência nos EUA, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Canadá, para supervisionar ligações telefônicas privadas e empresariais, conexões de fax e dados da internet.

RAF Menwith Hill

6) Centro de dados "Pionen White Mountains"

Imagine trabalhar em um antigo bunker de abrigo nuclear que fica 30 metros abaixo de Estocolmo. Um lugar que só pode ser acessado através de um túnel de entrada atrás de uma porta de proteção de 40 centímetros de espessura. Para os funcionários do provedor sueco de internet "Bahnhof", essa é a vida cotidiana. Desde 2008, a empresa opera seu maior data center lá. O WikiLeaks também usa o servidor Bahnhof.

Para proporcionar um ambiente agradável para seus funcionários, o antigo bunker foi decorado com um interior futurista, que lembra a base subterrânea de um vilão de James Bond. Inclui cachoeiras artificiais, um aquário de água salgada e uma estufa.

7) Resort Greenbrier

Construído em sua forma atual em 1913, o Greenbrier, na Virgínia Ocidental, já foi o hotel de luxo mais seguro do mundo. O hotel de quatro estrelas acomodou nada menos que 26 presidentes dos EUA ao longo dos seus mais de 200 anos de história, bem como numerosos convidados do Estado, que, além do luxo de tal alojamento, também desfrutaram de elevados padrões de segurança.

Além de um hospital adjacente, que tem até um departamento de medicina esportiva, o Greenbrier tem desde 1962 um bunker subterrâneo, que é para proteger os visitantes de um possível ataque nuclear. O bunker pode acomodar mais de 1000 pessoas em seus 3.200 m² e está equipado com uma sala de cirurgia e um estúdio de televisão. Desde 1992, o antigo bunker secreto está exposto aos turistas.

8) O arquivo secreto do Vaticano

Não apenas graças a livros de mistério como "O Código Da Vinci", há inúmeras especulações sobre quais documentos o Vaticano esconde em seu arquivo secreto. Na verdade, o arquivo secreto não é tão secreto. O nome é baseado em uma tradução enganosa do latim. A tradução mais precisa provavelmente seria o termo "arquivo privado".

Desde o início do século 17, os cientistas podem ter acesso ao arquivo (mediante solicitação, claro). E desde o final do século 19, mais e mais documentos estão sendo disponibilizados ao público. O arquivo contém aproximadamente 85 quilômetros lineares e contém inúmeros livros e documentos, dos quais 35 mil estão atualmente catalogados. Entre eles, está a correspondência diplomática do Vaticano, cartas de Michelangelo, e a petição de Henrique VIII para cancelar seu casamento.

9) Niihau

A "Ilha Proibida", como também é chamada, é uma ilha do arquipélago do Havaí. Ela foi comprada em 1864 pela fazendeira escocesa Elizabeth Sinclair por 10 mil dólares. Desde então, a ilha é de propriedade familiar. Alegadamente, uma lei não escrita afirma que quem deixa a ilha uma vez, nunca mais poderá retornar.

Segundo o último censo, do ano 2000, 160 pessoas moram lá. Em Niihau não há circulação de dinheiro - as dívidas são pagas com conchas. Licor e cigarros são considerados proibidos. Niihau é administrada oficialmente a partir de uma ilha vizinha, mas não há funcionários do governo em Niihau, assim como médicos, policiais ou uma rede pública de energia. Alguns nativos usam geradores.

wikimedia/Polihale/CC BY-SA 3.0

10) Área 51

Quem não conhece o lugar secreto mais famoso do mundo? Desde o suposto acidente de OVNI em Roswell, em 1947, várias teorias conspiratórias afirmam que tecnologia extraterrestre e vida alienígena são experimentados nessa base da Força Aérea Americana, a noroeste de Las Vegas. A CIA reconheceu oficialmente a existência da Área 51 apenas em 2013.

No entanto, é mais provável que a área militar restrita seja usada para testar novas aeronaves de combate. Não é de surpreender que máquinas de guerra futuristas façam moradores desavisados acharem que se trata de OVNIs.

1997 - Area 51

Com tanto sigilo, não é de se surpreende que as pessoas criem suas próprias teorias para encontrar uma explicação do que está acontecendo ali. Mas apesar de todo o sigilo, o que realmente acontece em tais lugares é geralmente bastante banal.

Fonte:

brightside

Comentários

Também incrível